Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Prlinpinpin...

Pózinho daqui... Pózinho dali...

Prlinpinpin...

Pózinho daqui... Pózinho dali...

Divulgando.

 

Sabiam que:

Estudos internacionais concluem que cada mulher utiliza até 17 mil pensos e tampões durante cerca de 40 anos, o tempo médio do seu período fértil. Segundo a Quercus, o impacto ambiental dos pensos e tampões, quando a par das fraldas descartáveis, poderá resultar em aproximadamente 10% dos resíduos urbanos em Portugal.

O impacto ambiental e para a saúde da mulher torna-se substancialmente mais significativo pela presença de dioxinas e outras substâncias utilizadas no branqueamento de pensos e tampões. Tóxicas para o sistema imunológico e reprodutivo, as dioxinas têm sido implicadas na endometriose e disfunção hormonal nos casos de utilização repetida. […] (texto retirado do Sapo)

No seguimento deste estudo, a Agulha Encantada, decidiu fabricar pensos higiénicos reutilizáveis e amigos do ambiente.

O resultado é este:

 

Eu uso!

São macios, super-absorventes, confortáveis, ecológicos e ainda por cima giros!

Experimentem!

a.agulha.encantada@gmail.com

 http://www.facebook.com/#!/A.Agulha.Encantada

{#emotions_dlg.lips}

O dia da Terra...

 Hoje comemora-se o dia da Terra!

imagem retirada da net

 

Serve este dia para chamar, mais uma vez, a atenção para a conservação da nossa Terra!

Se todos fizesse-mos um pouco tudo servia melhor!

 

E não é assim tão difícil!

Algumas dicas:

 - Fazer a reciclagem, não custa nada e praticamente já existem ecopontos a cada virar de esquina.

 - Preferir os sacos reutilizáveis, aos de plástico.

 - Preferir embalagens familiares em vez de varias embalagens com pequenas quantidades de produto.

 - Usar lâmpadas de baixo consumo, são mais caras mas a curto prazo compensam e bem.

 - Usar um recipiente para aproveitar a água que sai da torneira enquanto não aquece e reutilizá-la por exemplo na sanita, poupando assim descargas de autoclismo.

 - Aproveitar a água de lavar e cozinhar os legumes para regar plantas.

 - Deixar mais vezes o carro em casa. Grande parte das deslocações de carro podiam ser evitadas, visto serem percursos que se podem perfeitamente fazer a pé.

 - Lavar a roupa em programas de 40º, a diferença de gasto energético entre um programa de 40º e um de 60º é de pelo menos 40%.

 - preferir por exemplo, desodorizantes em creme, porque os spray são muito prejudiciais a nossa atmosfera.

 

E tantas pequenas coisas, que nós por cá podemos fazer, que não custam nada e poupam muito a nossa Terra.

 

E para quem isto não é motivo suficiente, pensem então que por norma todos este passos além de preservarem o ambiente, preservam também a carteira. 

 

Pensem nisto